Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

segunda-feira, 3 de março de 2014

O que a Turquia tem haver com a Crimeia?

Que está acompanhando a crise na Ucrânia pela página do blog no Facebook com certeza viu que a Turquia tem o direito de participar das discussões sobre o futuro da Crimeia, e porque não da Ucrânia? Agora eu explico por menor o que a Turquia tem tanto a ver com a Crimeia.

Tudo remonta a Guerra russo-turca (de 1877-1878). Quem não sabe, essa guerra foi desencadeada pela Rússia contra o Império Otomano, uma vez que a Rússia queria o cotrole dos Balcãs e também queria acesso ao Mar do Mediterrâneo. Com o resultado da derrotada do Império Turcos, algumas tratos foram assinados depois dos acontencimentos. Um deles foi o Tratado de Küçük Kaynarca, assinado em 19 de abril de 1783.

Dentre os 28 artigos, destaca-se, para nós, a parte que faz referência a Península da Crimeia: Segundo o tratado, ratificado por Catarina, a Grande, a Península da Crimeia deixava de ser de posse do Império Otomano e passava a ser do Império Russo. Porém, a península não poderia se tornar independente, tampouco ser “repassada” a outro país, do contrário a península teria que ser automaticamente devolvida à Turquia.

Com a queda da URSS em 1991, logo a Ucrânia se tornou independente e como Nikita Khrushchov tinha repassado a Crimeia à República Socialista Soviética Ucraniana em fevereiro de 1994, o novo estado ficou com a península. A Turquia chegou mencionar o referido tratado para reaver a Crimeia, mas o então presidente do país, Halil Turgut Özal, preferiu ficar com a promessa dos ucranianos de que os tártaros viveriam em paz.


2 comentários:

  1. O título correto do artigo seria:

    "O que a Turquia tem a ver com a Crimeia?"

    att

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não cidadão; Haver tem haver com relação. Antes de criticar, estude.

      Excluir