Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

Pages

Featured Posts

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Estado Islâmico avança contra as posições curdas na cidade síria de Ayn al-Arab

Damasco quer tirar vantagem do combate ao Estado Islâmico

A mudança de cenário é evidente. Há pouco mais de um ano, em represália ao bombardeio de gás sarin nos subúrbios de Damasco, os Estados Unidos e a França se preparavam para atacar o regime sírio. Bashar al-Assad, acuado, só havia conseguido se restabelecer graças a uma iniciativa diplomática de última hora de seu aliado russo, que envolvia o desmantelamento de seu arsenal químico. Hoje, esgotados por três anos e meio de guerra civil, o ditador sírio e seus opositores estão assistindo impotentes a uma intervenção de americanos e franceses – com a adesão de seus aliados árabes – desta vez bem real, dirigida contra seu inimigo comum, o EI (Estado Islâmico).

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Estado Islâmico é um fenômeno recente, mas com raízes históricas

Nos últimos anos, houve um aumento dramático de um aparentemente novo tipo de Estado: o Estado islâmico rebelde. O Boko Haram no Oeste da África, o Shabab no Leste da África, o Emirado Islâmico no Cáucaso e, é claro, o Estado Islâmico no Oriente Médio. Movimentos esses que, não apenas pedem por uma guerra santa contra o Ocidente, mas também usam seus recursos para construir teocracias.

Vídeo mostra integrante de partido fascista grego ensinando saudação nazista a crianças

Quatro vídeos têm circulado há alguns dias na Grécia, onde é possível ouvir Christos Pappas, o vice-líder do partido neonazista Aurora Dourada, ensinando a saudação nazista a crianças pequenas.

Moscou quer limitar propriedade estrangeira dos veículos de imprensa

Invocando a segurança nacional da Rússia, a Duma (Câmara baixa do Parlamento) começou a legislar nesta semana para limitar a participação estrangeira nos meios de comunicação do país. Na terça-feira (23), a Duma votou a favor de emendas de leis que reduzirão a 20% a participação máxima de estrangeiros na propriedade dos meios de comunicação na Rússia, independentemente de seu tipo e especialidade. Atualmente, os estrangeiros podem ser proprietários de até 50% de emissoras de rádio e redes de televisão e não têm limitações no que se refere à imprensa escrita.