Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

Pages

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Atiradores Americanos já estão de pose do rifle 'M24 modernizado'


O Exército dos EUA começou a distribuir os novos rifles ‘M24 modernizado’ para seus snipers. Agora os atiradores do US ARMY poderão matar seus inimigos a distância maiores sem uso de um rifle anti-material, assim poderão auxiliar com maior freqüência as tropas, mais que nos primeiros anos da guerra.

O rifle de precisão XM2010 pode abater alvos a uma distância de 1, 500 metros segundo o fabricante, isso significa que o novo rifle supera em 800 metros o alcance efetivo do rifle M24. O rifle M24 é o rifle de precisão mais difundido nas Forças Armadas Americanas.

O aumento no alcance do rifle é muito importante para o atirador do Exército Americano, pois assim os atiradores podem atirar de cima de uma vale ou montanhas, onde a gravidade ajuda a estender ainda mais o alcance de fogo do atirador.

“Eles não serão aposentados, mas eles colocam nosso soldados em uma situação onde 800 metros pode não ser suficiente”, disse o coronel Douglas Tamilio, responsável pelo programa de desenvolvimento do novo rifle, referindo-se ao alcance efetivo do M24. Por falar no alcance do M24, a empresa Remington ganhou uma licitação para redesenhar e modernizar 3.600 fuzis desse tipo. A precisão será melhorada e o alcance entendido. O contrato de US$ 24 milhões prevê o aumento de 50% na precisão do rifle, mudança de calibre (do 7.62mm OTAN (.308 Winchester) para o .300 Winchester Magnum).

Outras melhorias no ‘novo rifle’, cuja a designação pode ser XM2010 Enhanced Sniper Rifle ou M24 Reconfigured Sniper Weapon System é de poder contar com melhores equipamentos ópticos e um novo silenciador (Titan-QD) que ajudará o sniper manter sua discrição no campo de batalha.

Antes da Guerra do Afeganistão, o Exército Americano gastava cerca de US$ 400 milhões com equipamentos para seus atiradores, esse investimento caiu para US$ 19 milhões agora. O Exército Americano passou a procurar um novo rifle em fevereiro de 2010 por imposição dos comandantes que estão engajados no Afeganistão.

O Pentágono não quis dizer quando custa o novo rifle, mas precisou que entre 2009 e 2010 o Congresso Americano liberou US$ 5.6 milhões para o desenvolvimento e produção do rifle.

Fotos




3 comentários:

  1. Este povo não perde tempo. Sempre na frente! O negócio é fazer um melhor.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, hoje os americanos se transforaram no país que tem a mais vasta gamas de fuzil e rifles de precisão.

    ResponderExcluir