Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Soldados russos profissionais participaram da Batalha de Debaltseve

A cidade Debaltseve, que foi palco de hostilidade entre ucranianos e federalistas do Donbass por 32 dias, foi tomada por soldados russos e não militantes locais, escreveu Ilya Barabanov em sua coluna no jornal russo Kommersant.

A reportagem corrobora com os relatos dos soldados ucranianos que lutaram nessa batalha. Segundo os ucranianos, eles estavam lutando contra o Exército Russo e não contra os federalistas locais.

A reportagem do Kommersant menciona 4 soldados profissionais russos, que servem em uma brigada mecanizada de rifles russa e que tomaram parte na Batalha de Debaltseve.

O repórter deu a conhecer o nome dos soldados: Misha, 20, Lesh, 21, Artem, 22 e Dime, 23. Todos são nomes falsos utilizados pelo jornalista.

Ilya afirma que viu veículos marcados do Exército Russo, mas não quis revelar o nome da unidade por motivos desconhecidos.

Segundo a reportagem, os comandantes dos soldados não se opuseram que eles fosse para o Donbass, pelo contrário, os reverenciaram, uma vez que eles iriam defender sua terra natal.

Os soldados russo entraram no Donbass de 3 em 3 e foram divididos em unidades do Exército da República Popular de Donetsk. Por que 3? Pois 3 é o número de tripulantes dos blindados.

“Assim, o combate é realizado por quem realmente sabe lutar. Depois de cumprida a missão, os federalistas realizam o resto do trabalho”, diz a reportagem. Isso se assemelha muito com o que me relatou um agente da inteligência russa dias atrás. Segundo ele, sua unidade só age a noite, algumas vezes de dia para tomar postos de controle ucranianos. Depois que esses postos são ocupados por federalistas locais, tudo isso para camuflar a atuação russa.

Antes do assalto a Debaltseve, ninguém viu os buryats (uma tribo indígena russa de ascendência mongol), que hoje são vistos aos montes depois da vitória federalista na cidade. Ninguém os viu porque eles se concentraram em Vuhlehirsk e lá os jornalistas não foram autorizados a entrarem. Vuhlehirsk serviu de plataforma para o assalto a Debaltseve. Por falar em Debaltseve, poucos jornalistas puderam entrar na cidade. O trabalho dos demais só será permito depois que as tropas russas sejam camufladas.

Ilya disse que os soldados russos não só podia irem para Ucrânia (que é crime segundo Código Penal russo e o Código Militar) como foram treinados especialmente para esse combate.

"No caso de novos ataques de militantes (russos), o comando das unidades militares russas em todo o país vão começar a falar sobre como é importante ajudar os amantes da liberdade do Donbass contra a agressão do Ocidente. Não há obrigação. Apenas voluntários", disse escreveu Ilya.

Ilya também relatou a confissão de um soldado russo que estava em Debaltseve. Segundo esses soldados, seus superiores lhes confidenciaram que iriam para a Ucrânia também.

"Eles disseram ao mesmo tempo. Você vê o que essas criaturas estão fazendo aqui, todo mundo queria estar lá. Estou servindo não para aprender a costurar e cavar. Nossos líderes nos disseram que podemos parar a guerra desta forma”, disse o soldado.

O jornalista disse que todos os 4 soldados rescindiram seus contratos com o Exército Russo. Suponhamos que isso seja verdade: Quem deixaria o Exército Russo, que hoje paga bem para os soldados profissionais, para simplesmente lutar em outro país? A meu ver eles terão seus postos de volta quando retornarem à Rússia. Talvez a Rússia faça isso para não ter problema com a justiça do país e os tribunais da ONU.

O jornalista diz que os federalistas não podem viver mais sem Mariupol, Artemivsk e Lysychansk. Se ele afirma isso é porque ouviu algum federalista dizer isso.

Ele também lembra que o Donbass lembra a Guerra Civil Espanhola, onde os soldados do Exército Vermelho combatiam os nacionalistas ao lado dos republicanos.

Comentário do INFORMANTE:
A Rússia parece que criou um novo estilo de fazer guerra, uma guerra extremante complexa e confusa para seus inimigos e a ONU. Ao realizar essa lavagem cerebral em seus soldados, a Rússia ganha e ganha muito. Por exemplo: A Rússia paga para seus melhores oficiais da inteligência conduzirem a guerra, ao passado que ganha a mão-de-obra de seus soldados, mas esses soldados não tem nenhum vínculo com o Exército Russo, logo o Exército e o governo não pode ser acusado de nada. Há também a questão assistencial. A Rússia não precisa pagar pensões nem eu tratamento dos soldados que foram feridos ou mortos em combate. Lembrem-se de Gregory, “voluntário” russo no Donbass entrevistado por esse blogueiro e que fora ferido em combate. Hoje ele tem que levantar dinheiro para sua cirurgia. 


7 comentários:

  1. a precisão faz o sapo pular
    e os russos pulam muito bem
    Realmente estão defendendo a patria

    ResponderExcluir
  2. Então eu fico com a fala do Ministro da Defesa da RÚSSIA, qdo questionado sobre a presençä de tropas da RÚSSIA na UScrânia.

    Questionado sobre a presença russa na Ucrânia, o ministro da Defesa da Federação Russa, Gen. Sergey Shoygu, disse: "Sobre as afirmações sobre o emprego de forças especiais russas nos eventos na Ucrânia, vou dizer apenas uma coisa: é difícil procurar um gato preto em uma sala escura, especialmente se ele não estiver em lá. Isto é ainda mais estúpido se o gato é inteligente, corajoso e educado". — com Serguei Choigu.

    enganado

    ResponderExcluir
  3. Sim caro informante, eu me lembro do soldado Gregory que, foi ferido no pé e que testou seu inglês achando que você fosse no mínimo um agente da CIA...
    Bom, de fato a Rússia não está somente escondendo seus soldados, mas, também suas baixas como você pode ver nas informações que seguem abaixo e que por vezes vasa pela internet:

    http://ucrania-mozambique.blogspot.com.br/2015/02/batalha-de-debaltseve.html

    http://ucrania-mozambique.blogspot.com.br/2015/02/batalha-de-debaltseve-coluna-terrorista.html

    http://ucrania-mozambique.blogspot.com.br/2015/02/a-batalha-de-debaltsevo-vuhlehirsk-em.html


    E muito mais civis tem sido enviado conforme relata essa cidadã russa:

    http://ucrania-mozambique.blogspot.com.br/2015/01/russia-inicia-caca-aos-traidores-da.html

    Mas isso não é um novo “estilo de fazer guerra” como revela o professor Olavo, a grandiosa Rússia enviou vinte milhões de soldados para serem metralhados pelas MG-42 alemãs durante o fim da WWII para que o pior não acontecesse:

    http://youtu.be/sheegJNuH4s


    Agora com apoio do Academi à Ucrânia:

    http://www.phantomreport.com/german-intelligence-service-bnd-400-academi-mercenaries-fighting-in-eastern-ukraine-against-russian-separatists

    Veja o que esses psicopatas fizeram no iraque:

    http://youtu.be/hDODC0mgQ68

    Pobre Rússia os judeus usaram-na como uma prostituta e nisso é que se encontra o simbolismo bíblico secreto claramente agora: “E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata... (a cor vermelha é um emblema da Rússia) Apocalipse 7:4“ e “E os dez chifres (ONU) que viste na besta são os que odiarão a prostituta, e a colocarão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo. Apocalipse 17:16” O eixo do mal chamado ONU (também conhecido por alguns como OTAN) cercaram a Rússia. E não é de hoje que Jewood fala mau e vem fazendo uma vasta propaganda anti-Rússia em larga escala ou mesmo tentando a todo custo insinuar coisas:

    https://clovismoliveira.wordpress.com/2015/02/21/crackpots-conspiradores-comprometidos/

    http://youtu.be/ewY_k-jFlvk

    http://youtu.be/5kcjH-b7a1E

    http://youtu.be/5gnpCqsXE8g

    ResponderExcluir
  4. Mais uma vez a Rússia está caindo na mesma cilada como em outrora só que dessa vez ela é a bola da vez, pois o socialismo soviético não é tão lucrativo para os judeus quanto a maldita democracia:

    http://www.libertar.in/2015/02/globalista-georgo-soros-admite-ter.html


    FRASE:
    “[...] Seremos para o público, o amigo de todos. NOTA! “amigo de todos”:

    http://ucrania-mozambique.blogspot.com.br/2014/12/defender-ucrania-e-uma-obrigacao-civica.html

    [...] Nós apoiaremos a todos, anarquistas, comunistas, fascistas [...] e particularmente os operários. Ganharemos sua confiança e eles se tornarão assim, para nós, um instrumento muito útil. [...]
    [...] É preciso fomentarmos as dissensões e as inimizades em toda a Europa e por intermédio da Europa em outras partes da Terra. [...]
    [...] É preciso que sejamos capazes de aniquilar toda a oposição, provocando guerras com os países vizinhos. No caso desses vizinhos ousarem nos enfrentar, é preciso responder a eles com uma guerra mundial. [...]” Extraído do livro; (“Os Protocolos dos Sábios de Sião”)

    [...] É preciso principalmente combater as personalidades fortes, que são os maiores perigos. Se demonstrarem um espírito criativo, elas produzem um impacto mais forte do que milhões de pessoas deixadas na ignorância.
    [...] A morte é o fim inevitável para todos, por conseqüência, é preferível conduzir para ela todos os que são obstáculo para “nós”.:

    http://youtu.be/Cr1GP4i2fio

    (“Os Protocolos dos Sábios de Sião”)


    http://library.flawlesslogic.com/tsar_3.htm

    http://socioecohistory.wordpress.com/2013/06/26/the-secret-behind-communism-the-jewish-bolsheviks-behind-the-greatest-genocide-in-history-why-you-are-not-told/

    http://www.davidduke.com/?p=40049

    "Você deve entender. Os líderes Bolcheviques que assumiu a Rússia não eram russos. Eles odeiam os russos. Eles odeiam os cristãos. Impulsionado pelo ódio étnico torturaram milhões de russos abatidos, sem um pingo de remorso humano.
    A revolução de outubro não é o que vocês chamam na América a 'revolução russa'.
    Foi uma invasão e conquista do povo russo.
    Muitos dos meus conterrâneos sofreram crimes horrendos em suas mãos manchadas de sangue do que qualquer povo ou nação que já sofreu na totalidade da história humana.
    Isso não pode ser suavizado. Bolchevismo foi a maior matança humana de todos os tempos.
    O fato de que a maioria do mundo é ignorante desta realidade é a prova de que a própria mídia global está nas mãos dos criminosos. "
    - Aleksandr Solzhenitsyn

    ResponderExcluir
  5. Esse tal de "Ilya Barabanov" e seu "jornal russo Kommersant" devem fazer parte de uma espécie de P$DB russo, isto é, um ninho de entreguistas sanguessuga da Nação russa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não sabe o que diz. O jornal é sério, de qualidade. Pertence a um muçulmano, amigo de Putin.

      Excluir