Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Um francês iniciou a guerra entre Ocidente e Muçulmanos

Eu ainda tenho minhas duvidas se a França está se tornando um país islamofóbico, mas eu queria falar um pouco da história com aqueles que não a conhecem:
O primeiro embate sério entre os muçulmanos e o Ocidente se deu em razão de um francês. Me refiro ao Papa Urbano II. O idólatra convocou os cristãos para iniciarem uma Guerra Santa contra os muçulmanos, pois ele queria a reconquista de Jerusalém, cidade que nunca foi Ocidental ou cristã. Essa guerra entre cristãos e muçulmanos ficou conhecido como “Cruzadas”. Foi no campo de batalha que pudemos mensurar a honra de muçulmanos e cristãos.

Enquanto a horda idolatra matava todo tipo de muçulmano que cruzasse seu caminho, os muçulmanos mantinham o respeito e a honra no campo de batalha. No Cerco à Acre, Ricardo Coração de Leão capturou e executou quase 3.000 mil muçulmanos, ao passo que Saladino cuidava muito bem dos prisioneiros cristãos. Saladino, inclusive, soltou muito prisioneiro.  A guerra entre Saladino e Ricardo se desenrolou. Em dado momento da guerra, Ricardo envia emissários até Saladino. Os emissários levam uma bandeja. Quando Saladino abre a tampa da mesma tem uma surpresa: Ricardo enviara uma cabeça de porco com fezes ao seu redor.

Os dias se passaram, o exército de Ricardo colecionava derrota e mais derrota. Ricardo fica enfermo, Saladino poderia matá-lo, ainda mais depois de Acre, mas preferiu dar uma trégua até que Ricardo melhorasse. O exército cruzado estava cercado e faminto, Saladino enviou comida e água para os cruzados. Em 1192, teve o "perdão" de Saladino, que por sua vez o deixou partir rumo a Europa.

A história em maiores detalhes, na cronologia correta, pode ser apreciada no documentário do History Channel que deixo-vos:

8 comentários:

  1. Utilizar o termo "horda idolatra", é extremamente incorreto e desrespeitoso, move a roda da ignorância e ódio de religião para religião, não se atendando à pedra fundamental que é o amor e respeito. Não sendo respeitado tal binômio, a roda da ignorância e ódio continua girando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. substantivo feminino ( 1651)
      1 tribo de tártaros ou de outros nômades
      2 bando indisciplinado, malfazejo, que provoca desordem, brigas etc.
      ‹ h. de facínoras ›
      3 p.ext. grupo numeroso de pessoas; multidão
      ‹ a h. de manifestantes deslocou-se para o centro da cidade ›

      Aí está a definição da palavra horda. Estude o português, antes de comentar. Saudações e estamos aí na disposição de aumentar seu conhecimento.

      Excluir
    2. Medeiros, você está se fazendo de desentendido! O Anônimo fez uma clara referência ao termo "idólatra", que você, gratuitamente, apropriou ao Papa Urbano II. Pelo que vejo você deve ser "evangélico" e vê o mundo através dos óculos do pastor da "congregação"! Para você falar da Igreja Católica antes faça um estudo dos Padres da Igreja", depois conversaremos! Mas cuidado! Todo pastor ou evangélico que se mete a ler os Padres da Igreja se convertem ao catolicismo! (Henrique Marinho)

      Excluir
    3. Sou um grande estudioso das religiões, que fique claro! Eu protestante? Não! Cristo não deixou nenhuma religião!

      Excluir
    4. Se chamar um Papa de idólatra soa ofensivo aos católicos, então estes compreendem o que charges ou anedotas de escárnio em relação ao profeta Maomé deve causar no ânimo dos muçulmanos!
      Não justifica um atentado, mas quem mexe com paixões religiosas deve saber que mentes doentias podem sentirem-se provocadas.

      Excluir
  2. Esse texto é importante para quem gosta de conhecer a história (algo tão crucial para se entender ao presente), eu irei compartilhar em um grupo político que sou membro no facebook esse texto.

    ResponderExcluir
  3. Claramente em toda nossa história a igreja católica cometeu várias atrocidades, uma das piores foi as cruzadas entre outras é claro e isto não esta retratado dentro desta ou daquela igreja e sim nos livros de história, a igreja católica promoveu ignorância, intolerância e desigualdade social em séculos e nunca admitiu qualquer culpa por seus atos, agora catolicos, evangélicos são todos cristãos e fé no filho de Deus e tenho certeza que ele não concordaria com um milionésimo das barbaridades cometidas em nome dele e do pai todo poderoso e me refiro também mentiras e roubos que acontecem hoje nas igrejas evangélicas. E para o conhecimento de vcs sou evangélico sim e dedico todo a honra e glória ao nosso Senhor Jesus Cristo e nunca aos santos de conveniência. "Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso. "....."Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei."

    ResponderExcluir
  4. O texto é rico e bem informativo

    ResponderExcluir