Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

terça-feira, 15 de março de 2011

As novas armas do Exército Russo são mais caras e de qualidade inferior se comparada com as armas da OTAN

Tanque de batalha T-90 demonstra suas capacidades anfíbias durante um exercício na Rússia
Os mais avançados sistemas de armas russos fabricados para atender as necessidades do Exército de Terra Russo, estão abaixo dos padrões da OTAN e até mesmo dos padrões chineses e são extremamente caros, disse nessa terça-feira o comandante do Exército de Terra Russo, o coronel-general Alexander Nikolaevich Postnikov-Streltsov.

“Os modelos de armas que são fabricados por nossa indústria, incluindo a artilharia, blindagem, armas pequenas e armamento leve, deixam de cumprir as normas de qualidade da OTAN e até a China”, disse Alexander Postnikov em uma sessão do Comitê de Defesa e Segurança da câmara alta do parlamento russo.

Ele fez uma série de comparações, em especial no âmbito dos carros de combate. Segundo o comandante do Exército Russo, o mais avançado tanque da Rússia, o T-90, na verdade é uma versão modificada do antigo tanque da era soviética, o T-72 (que começou a ser fabricado em 1971), mas que tem um custo elevado, cerca de 118 Rublos (US$ 4 milhões) a unidade.

“Seria mais fácil para nós comprarmos três Leopards (tanques de combate fabricados pela Alemanha) com esse dinheiro”, disse Postnikov.

Nenhum comentário:

Postar um comentário