Social Icons

https://twitter.com/blogoinformantefacebookhttps://plus.google.com/103661639773939601688rss feedemail

sábado, 15 de novembro de 2014

SÍRIA: Vídeo de “garoto herói” foi obra de ficção norueguesa

O misterioso vídeo do “garoto herói” em meio a Guerra Civil Síria que esta semana gerou furor no Youtube, foi criado por uma equipe cinematográfica norueguesa, a qual filmou o vídeo na Ilha de Malta em maio passado, assim disseram a BBCTrending.

O diretor do vídeo, Lars Klevberg, 34, explicou que escreveu um roteiro após ver a cobertura jornalística sobre o conflito na Síria e que sua intensão era apresentar o vídeo como real para gerar uma discussão sobre a situação das crianças nas zonas de guerras.

No vídeo mencionado, postado no INFORMANTE com exclusividade no Brasil, podemos ver um garoto correndo em meio a um tiroteio em uma região que foi criada para ser supostamente um lugar na Síria para salvar uma garota. No vídeo o garoto consegue resgatar com sucesso a menina.

“Se pudesse fazer um filme e fazê-lo se passar como real, a gente compartilharia e reagiria com esperança”, disse Klevberg, que informara que as crianças são atores profissionais malteses.

“Entretanto, queríamos saber como reagiriam os meios (noticiosos)”, conclui o direitor norueguês.

Motivação honesta
A produção do filme foi financiada pelo Norsk filminstitutt (Norwegian Film Institute) e o Conselho das Artes da Noruega (Norsk kulturråd).

Na aplicação do financiamento, os criadores disseram que “upariam” o vídeo na internet sem qualquer informação se o vídeo era real ou fictício. Por isso o direitor assegura que os financiadores sabiam de suas intenções.

O comissário do NFI, Ase Meyer, disse à BBC que “não era uma maneira cínica de chamar a atenção” porque “tinha motivações honestas”.

Ademais, Meyer afirmou que, depois do furor gerado nas redes sociais, ele mesmo recomendo que os cineastas responsáveis pelo vídeo advertissem que se tratava de uma obra fictícia.

Os criadores do vídeo asseguram que o fato do garoto receber disparos enquanto corre deveria servir de pista para que os espectadores reconhecesse que se tratava de uma insinuação.

4 comentários:

  1. Que palhaçada, não dar para confiar em nada mais nessa mídia,esses noruegueses queriam e faturar enganando o público,com essa mentira deslavada,bando de cretinos sem responsabilidade !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente colega!

      Excluir
  2. desculpe mas para min estava obvio q era falso e foi mal feito.
    Quem ja atirou de fuzis e ja viu o estrago que se faz ,vê logo q é falso.

    Cristiano Martins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa, mas pelo vídeo não podemos ter certeza que o garoto foi alvejado.

      Excluir